quinta-feira, 26 de novembro de 2009

O Valor da Vida Humana

O ser humano nasce limitado, com o período de vida útil, com prazo de validade. Muitos não percebem essa realidade, pensam ter um poder ilimitado.
Quando perdemos, de alguma forma, nossas habilidades naturais e necessitamos de auxílio para realizar nossas atividades, quer seja uma situação temporária ou não, é que percebemos que nosso poder de autossuficiência é totalmente ilusório. É nesse instante que percebemos, com clareza, que nossa vida é frágil, suscetível a várias mudanças.
Essa limitação devia restringir-se ao físico, deixando a mente ou espírito imune à degeneração. Mas não é bem isto que ocorre. Quantas e quantas vezes nos deparamos com corpos “perfeitos” e mentes deficientes de espíritos inválidos!
E muitas vezes nos deparamos com mentes privilegiadas, espíritos elevados na bondade, na ética e praticantes daquilo que, por milênios, nos foi ensinado: O amor ao próximo, em físicos deficientes.
Então por quê a humanidade é tão discriminatória e age de forma hesitante, quando se trata de um deficiente físico, se, enquanto corpos, somos finitos e só o espírito permanece?
A arte é uma das formas mais puras de representação do espírito e permanece além da efêmera vida do corpo físico. Como exemplo disto, temos Beethoven. Quem não se emociona, ao ouvi-lo? Considerado uns dos grandes gênios de nossa história, não permitiu que a surdez e a ignorância do preconceito abafassem seu imenso talento.
O preconceito para com a deficiência física ocorre, porque ela incomoda, é visível, constrange alguns, enquanto o deficiente de espírito, o aleijado moral não têm “defeito aparente”, são considerados mais valorosos, o que é um grande engano, pois muitas vezes denigrem a espécie humana.
Minha deficiência me proporcionou uma lição que deveria ser aplicada na vida de todas as pessoas: a descoberta do imenso potencial humano, da valentia e do destemor, com que devemos manter a luz acesa, o espírito aberto e criativo, bem como exercer a maior de todas as artes: viver com dignidade!

8 comentários:

  1. Isso ai Camila!
    Como sempre suas palavras são maravilhosas.
    Vamos que vamos juntas, por um mundo sem preconceito.
    Beijão, Kiquita.

    ResponderExcluir
  2. Nossaaaaa lindo demais Camilinha!
    Um texto que nos faz refletir sobre o que realmente importa na vida, se todo ser humano enxergasse a vida dessa maneira, com esses conceitos o mundo com certeza estaria muito melhor, mais facil de conviver e entender as diferenças de forma saudável e descomplicada.
    Você é o exemplo de Viver com dignidade, Camilinha suas superações de tantos obstáculos e revezes da vida são tocantes e tornam melhores todas as pessoas que estão a sua volta!
    Parabéns por tudo que você é e representa!

    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  3. Jessica Hipolito Gusmão - Pte27 de novembro de 2009 10:25

    Olha eu de novo aqui Camila!
    Eu adoro seus textos, como ja falei acompanho sua hist de vida, tenho os jornais guardados, só não consegui a gravação do SPTV que você e o Victor sairam. Você tem?
    Concordo com o comentário ali de cima, que voce é o exemplo de viver com dignidade, ja me imaginei em sua situação fisica e creio que não teria esse brilho singelo que você carrega no olhar e a determinação ao encarar todas as pedras que surgem em seu caminho por conta da deficiencia.
    Você é meu modelo, para eu tentar ser melhor a cada dia, pode acreditar nisso.

    Grande beijo acompanhado de muita admiração!

    ResponderExcluir
  4. Genialllllll garota!!
    Eu simplesmente amo você!
    Sabe aquele poema?
    "No meio do caminho tinha uma pedra
    tinha uma pedra no meio do caminho
    tinha uma pedra
    no meio do caminho tinha uma pedra
    Nunca me esquecerei desse acontecimento
    na vida de minhas retinas tão fatigadas
    Nunca me esquecerei que no meio do caminho
    tinha uma pedra..."
    Então você sabe sempre o que fazer com as
    pedras que encontra no meio do caminho e é
    por isso que eu aprendo sempre com você :)

    Amooo muitoo

    ResponderExcluir
  5. "Minha deficiência me proporcionou uma lição que deveria ser aplicada na vida de todas as pessoas: a descoberta do imenso potencial humano, da valentia e do destemor, com que devemos manter a luz acesa, o espírito aberto e criativo, bem como exercer a maior de todas as artes: viver com dignidade!"
    Milinha essa sua frase me envolve de tal forma
    que dá uma vontade tão grande de ter sua valentia e destemor, manter a luz acesa e o espirito aberto, mas não sou assim, sou fraco.
    Você e tantas outras pessoas com deficiencia que tem tantos obstáculos para enfrentar são fortes, na lógica de muitos tolos deveria ser ao contrários, mas não é, não tenho deficiencia física nenhuma, mas talvez tenha a pior de todas que é a falta de coragem de enfrentar os desafios rotineiros que a vida impõe.

    Beijos Roberto Afonso(Beto)

    ResponderExcluir
  6. Você escreve muito bem!
    Parabéns!
    Sábias escolhas nos projetos, susesso em sua profissão e vida pessoal

    BjO

    ResponderExcluir
  7. Camila, você sabe da admiração que tenho por ti.
    Você usa as palavras de um jeito que "pega na ferida" mas não dá para fugirmos, é isso mesmo, somos hipócritas ao fecharmos os olhos diante da realidade...
    Que a sociedade mude a visão conhecendo pessoas como você e tanta gente boa que está por aí, lutando para abrir espaço para os próximos. Você contribui muito bem com seus escritos e a forma que vive, não sei exatamente como é sua vida, mas olhando tudo que faz, com certeza enxergamos uma pessoa determinada a vencer qualquer preconceito e Viver com Dignidade!
    Muito obrigada pelo exemplo!

    Um beijo grande em seu coração

    ResponderExcluir
  8. Menina linda, conheci seu blog a pouso, estou lendo tudo.
    Como a vida é maravilhosa em nos presentear com pessoas como você.
    Confesso ter sido ignorante por muito tempo a respeito deste assunto, imaginava que todos que os deficientes fossem amargurados, pensava que se fosse para ficar numa cadeira de rodas, fosse melhor morrer.
    Me perdoe pelas palavras e pensamento tão ridiculo.
    Conhecendo melhor este universo, olhando para você, seu semblante,seus olhos e sorriso, percebi que a amargura está em nossa alma, que o amargo sou eu, no entanto você é a doçura que veio com propósito de mudar pessoas com pensamentos idiotas feito eu e muito obrigado por isso, consigo me libertar de certos pensamentos que fechavam meus horizontes.

    Um abraço

    ResponderExcluir